Rua Alagoas, Nº 251, Vila Rebelo , Garça / SP (14) 9 8154.0371 joaogabrieldesiderato@dcac.adv.br
Aumentar / Diminuir Fonte

O sonho de todo advogado criminalista.

Olá meus amigos e leitores.

 

O texto de hoje é de leitura simples, mas não deixa de ser polêmico. Vamos ao que interessa!!

 

Muitos vão falar que o sonho de todo advogado criminalista é ficar rico. Olha, esse sonho é da maioria da população kkk. Não vou aqui ser hipócrita e dizer que não, que não queremos receber uma remuneração condizente com o nosso trabalho. Mas, na minha humilde visão, o maior sonho do advogado criminalista é outro.

 

Qual seria então esse sonho, esse desejo?

 

Digo: o sonho de todo advogado criminalista é que as regras do jogo sejam respeitadas!!!!

 

Oras, mas como assim?

 

Vamos lá. Por mais incrível que possa parecer, nós, advogados criminalistas, lutamos para que as leis sejam respeitadas (é isso mesmo que você leu, amigo). Muita gente deve estar torcendo o nariz agora e vociferando: “mas quê? Advogado preocupado com o cumprimento da lei? Advogado só pensa em burlar a lei!!”.

 

Calma lá… não é assim que a banda toca.

 

Sim, nós, advogados, lutamos incessantemente para que as leis pátrias sejam cumpridas.

 

Quando eu digo que desejamos que as regras do jogo sejam respeitadas, temos que ler: a Constituição Federal e as leis penais e processuais penais do país devem respeitadas pelo poder judiciário.

 

 

Inúmeros são os casos que a legislação não é respeitado.

 

Cito, por exemplo, a prisão preventiva.

 

Atualmente, depois da reforma do código de processo penal em 2011, precipuamente na parte que trata das prisões e medidas cautelares, a prisão cautelar passou a ser, em tese, a exceção. A liberdade do réu (até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, no caso de condenação, é óbvio) seria a regra.

 

Os acusados deveriam, em regra, responder em liberdade ao processo penal contra si encartado. Mas não é o que vem acontecendo.

 

Inúmeros são os casos de prisões preventivas decretadas, muitas delas sem fundamentos. A regra se inverteu e passou a ser a prisão. A liberdade, agora, é a exceção!

 

E o que dizer de denúncias genéricas, que não individualizam a conduta do réu e, ainda assim, são recebidas pelos juízes? Verdadeiro absurdo!

 

Para o bem e para o mal, as leis têm de ser respeitadas!

 

O que eu tenho a dizer aos colegas que militam na área: não esmorecer! Os advogados criminalistas vivem de requerimento. Passamos a maior parte do nosso trabalho requerendo. Utilizem das armas processuais existentes para sanarem as ilegalidades e equívocos cometidos.

 

Recorram, recorram e recorram, requeiram, requeiram e requeiram!! Só assim vamos mudar esse cenário.

Fraternal abraço.

Escrito e publicado em 25/01/2018

Tags: Direito Criminal Advocacia Criminal Advogado Criminalista

Mais Artigos que podem te interessar

Assine nossa Newsletter

Receba em seu E-Mail conteúdo de Qualidade?